Pazúcus – A Ilha do Desarrego

Olar!

Vim trazer hoje um filme nacional, feito por Gurcius Gewdner – um dos participantes de Zombio 2: Chimarrão Zombies e que já é bem conhecido entre os entusiastas do cinema alternativo pelo polêmico Mamilos em Chamas (assunto pra outro post)!

Vamos à sinopse oficial retirada do site do Fantaspoa desse ano e em seguida ao trailer:

“Oréstia & Omar buscam harmonizar sua relação em um acampamento e se veem, gradualmente, oprimidos pela natureza que de paradisíaca vai se tornando infernal. Paralelamente, dentro do intestino de Carlos, monstros fecais preparam-se para seu fim. Essa confusão estomacal faz dele uma presa fácil para o obsessivo Dr. Roberto.”

Depois de ver esse trailer maravilhoso, você deve estar se perguntando “que diabos é isso tudo?!”, não é mesmo?!

O filme foi rodado principalmente na cidade de Florianópolis/SC, mas houveram cenas gravadas no Texas/EUA e Melbourne/AU em 15 dias e mistura animação e cores vivas na sua composição. Além da trilha musical que foi escolhida a dedo, usando referências de filmes como Creature of the Haunted Sea de Roger CormanDeath Bed : The Bed That Eats de George Barry e também trilha original de Lucas Rossetti e Anna White, que também está na trilha de Bom Dia Carlos, o curta que antecede Pazúcus!

20620920_1723387944630476_4486656868552013875_n

Agora vamos conhecer nossos heróis nesse filmaço! Como há prints do filme, algumas pessoas podem considerar spoiler e por isso está nessa categoria! Clique abaixo para continuar lendo! ❤

 

Continue Lendo “Pazúcus – A Ilha do Desarrego”

Sponsored Post Learn from the experts: Create a successful blog with our brand new courseThe WordPress.com Blog

Are you new to blogging, and do you want step-by-step guidance on how to publish and grow your blog? Learn more about our new Blogging for Beginners course and get 50% off through December 10th.

WordPress.com is excited to announce our newest offering: a course just for beginning bloggers where you’ll learn everything you need to know about blogging from the most trusted experts in the industry. We have helped millions of blogs get up and running, we know what works, and we want you to to know everything we know. This course provides all the fundamental skills and inspiration you need to get your blog started, an interactive community forum, and content updated annually.

Bingo – O Rei das Manhãs

Oi!

Hoje vamos falar de filme nacional, Bingo – O Rei das Manhãs estreou na semana passada, dia 24 de agosto e conta com Vladimir Brichta, Leandra Leal, Emanuelle Araújo, Ana Lúcia Torre e participações de Pedro Bial e Domingos Montagner.

Vamos à sinopse e em seguida ao trailer:

“No Brasil dos anos 1980, Augusto Mendes é um ator frustrado que faz sucesso em pornochanchadas, mas sonha com os holofotes. Sua grande chance surge ao se tornar “Bingo”, palhaço apresentador de um programa infantil na televisão. Graças ao jeito irreverente de Augusto, Bingo se torna um sucesso absoluto. Mas uma cláusula no contrato não permite que ele revele quem é o homem por trás da máscara, tornando-o o anônimo mais famoso do Brasil. Livremente inspirado na história real de Arlindo Barreto, um dos intérpretes do palhaço Bozo no programa do SBT.”

O trailer por si, já é muito babadeiro e interessante e nos faz querer saber mais desse personagem maluco que Vladimir traz à tona neste filme incrível!

A história foi baseada no nosso primeiro Bozo, o qual não cheguei a assistir, mas que todos conhecemos por causa de nossos irmãos e pais que viveram na época que passava (e talvez um pouco pelo palhaço Gozo da turma de Hermes e Renato) . O filme trouxe muitos elementos cênicos da época (o reloginho de plástico, lancheiras, cores extravagantes, carros) e eu gostei muito do que fizeram com o figurino do filme que apesar de se manter vintage, mostrou releituras de peças clássicas do guarda-roupa da época! Por se tratar de uma biografia, coloquei na categoria “Sem Spoilers”, mas o filme é bem surpreendente de várias formas, tem até uma cena de banheirão numa premiação! Haha

O filme já começa fodônico, com o filho observando o pai trabalhar numa cena de pornochanchada e em seguida pede pro pai trabalhar em algo que ele possa assistir com os amigos da escola. Confesso que fiquei meio chocada, pois esse tipo de cena não acontece em filmes nacionais (pelo menos não mais) e toda cena de nudez no cinema nacional eu estranho. O ator que faz o filho de Augusto, é muito fofo e você se comove DEMAIS com ele e eles têm uma cena linda demais num passeio à praia onde estão sozinhos se divertindo com o carro novo de Augusto.

O crescimento dos personagens é excelente e é tudo levado no seu tempo, sem pressa e sem faltar informações. Podemos ver com clareza o amor por seu filho e por sua família no começo, depois acompanhamos sua evolução profissional e sua dedicação pra ser levado a sério dentro de uma rede com um programa de nível nacional nas mãos. Vemos ele se perdendo e dando tudo de si no trabalho (e nas festas), o que acaba tornando ele um péssimo pai e filho aqui. Após a morte de sua mãe, ele começa a descer e passa a fazer tudo o que quer, sem pensar nas consequências. Ele perde seu emprego – que é realmente sua vida, perde a guarda do filho e passa a repensar sobre o que quer pra sua vida no grupo de Alcoólicos Anônimos e refaz sua vida ao lado de sua produtora.

Essa produtora, interpretada por Leandra Leal, é Lúcia: uma mulher evangélica e extremamente forte e séria – mas um pouco arrogante no começo, apesar de se mostrar preocupada e gostar de Augusto, se mantém firme em suas decisões e mesmo vendo o péssimo comportamento de seu colega e pretendente, se mantém ao lado dele quando ele mais precisa e lhe mostra uma forma saudável dele se manter ativo artisticamente e firmar pensamentos bons nas pessoas.

Vladimir está simplesmente incrível nesse personagem e aqui podemos ver sua profundidade como ator e como pessoa. Vemos um pouco de sua paixão pela profissão através do olhar de Bingo e suas prioridades no caminho de volta à redenção e felicidade.

Esse filme entrou pros meus favoritos e mostra a batalha diária que artistas (anônimos e não anônimos) lutam pra serem levados a sério em ambientes hostis e o esforço que temos pra nos manter saudáveis mentalmente e satisfeitos com (quase) tudo. Mostra também o amor de um artista pelo que faz e que todo e qualquer reconhecimento é importante pra ele.

Deixo aqui o trailer 18:

Enfim, mesmo que você não tenha conhecido o personagem Bozo original, o filme vale muito a pena e super recomendo que vejam no cinema!

Obrigada pela visita! ❤

Bingo2-800x445

Unbreakable Kimmy Schmidt

Um post sobre série de comédia com prints e gifs! ❤

Oi pessoal!

Hoje eu vim falar de uma série (não tão) atual de comédia, e que deixa nosso dia mais leve e animado: Unbreakable Kimmy Schmidt!

Vamos à sinopse oficial,depois o trailer da primeira temporada:

“Depois de viver durante 15 anos isolada em um culto, acreditando que era uma das únicas sobreviventes de um apocalipse que dizimou a Terra, Kimmy (Ellie Kemper) descobre que estava sendo enganada. Assim que é liberta, ela decide ir morar em Nova York, onde faz novos amigos e descobre um mundo inteiramente novo, que ela vai desbravar com um desafio por vez.”

Essa sinopse é muito simples e não nos mostra nada da totalidade da série, não dá pra ter muita idéia do clima geral da série que é bem bonito e colorido! Kimmy é uma mulher doce, que faz tudo o que pode pra deixar as pessoas felizes e sempre vê o lado bom das coisas. Apesar de ingênua, sabe que tem falhas e ao contrário de brigar com essas falhas, ela as aceita de bom grado e vai evoluindo conforme vai se sentindo mais confiante consigo mesma sobre o mundo, e as pessoas que a cercam.

cap_Unbreakable.Kimmy.Schmidt.S01E01.MP4.LEG.BaixarSeriesMP4.Com_00_05_36_08
Esta é nossa – sempre sorridente – heroína!

A atriz possui traços únicos e esse é um dos pontos fortes das cenas! Ela é muito expressiva e faz caras e bocas sempre que tem oportunidade, deixando a série bem caricata, mas com conteúdo!

A série é bem colorida e possui personagens muito cativantes! Temos uma dona de casa trilhardária, um garoto mimado negligenciado pelos pais, um gay, uma senhora maluquíssima pobre e do meio pro final da temporada, temos um rapaz asiático super fofo!

Para saber mais, continue lendo:

Continue Lendo “Unbreakable Kimmy Schmidt”

Attack on Titan – Junior High

Olaaar, pessoal!

Espero que estejam todos bem e quicando! Haha Hoje eu vim falar do anime leve de Attack on Titan! Sim! Conseguiram fazer uma história leve e divertida com os personagens boladíssimos do anime original e ainda deixando os gigantes com personalidades não violentas!

Vamos ver o trailer?

Ele é inteiro no formato chibi/sd (eu amo muito esse estilo! <3), possui 12 episódios, foi anunciado no meio do ano de 2015 e lançado em outubro do mesmo ano. Traz o núcleo principal do anime original no formato de um clube escolar de limpeza das muralhas. Os titãs, como falei, não são violentos aqui e eles se prezam principalmente  a roubar as marmitas dos alunos – uma titã até envia uma carta de amor a um deles! Eles também frequentam uma escola e temos Sawny e Beane como titãs de estimação da sempre faminta Hange Zoe, que doa seu salário pra pagar a comida dos titãs e não pode comprar pra si.

Eles têm muitas atividades em turma e tratam na maioria dos sentimentos dos estudantes em relação a seus colegas de classe/escola. Das atividades do grupo, as que mais gostei foram: uma partida de queimada animadíssima (e perigosa) baseada num cheeseburguer, também vão num festival onde os planos originais não chegam nem perto de se concretizar, uma prova de coragem na escola (onde eu ri bastante) e uma festival de vendas de comida da escola!

cap_chuu 11_00_14_55_05
Titãs roubando comida

O anime começa QUASE sem exageros e vai crescendo conforme os amigos vão se enturmando. O final dele é foda demais, e já vou contar que tem aquele titã principal que quebra a muralha no anime original, mas de uma forma jamais vista! 8D

cap_chuu 12_00_13_52_04
Titã Colossal boladaço!

Achei um ótimo anime pra ver quando se está meio desanimado… Você realmente esquece seus problemas e embarca na brisa do anime, quer coisa melhor?! ❤

Até a próxima, pessoal!

tumblr_inline_o84d38b2r71qafrh6_400

 

Buffy – A Caça-Vampiros

Primeira temporada

Oooi pessoal!

Vamos retomar o blog! Estava sem computador e depois de uma verdadeira saga pela recuperação dele, estamos de volta!

Eu peguei séries antigas que assisti (nem sempre certinho, já que as emissoras não levavam a sério – principalmente a Rede Globo) pra ver se são melhores pela nostalgia ou se são realmente boas!

Quem cresceu nos anos 90, com certeza conhece a caçadora de vampiros que, aos 16 anos já era fodona! Sim, Buffy Summers era tudo aquilo que a maioria das garotas queria ser: bonita, gente fina, (quase) independente, sabia lutar pra caramba e se vestia bem (sim, até hoje ainda desejo os figurinos dela)! Vamos recordar a abertura dessa série que marcou a infância de uns e a adolescência de outros:

Eu não tinha muitas lembranças dos episódios, já que quando assistia era muito criança e era uma bagunça pra ver quem dominava o controle remoto dentro de casa! Nem lembro o dia que era exibido, mas pela minha memória  era nos finais de semana, perto do almoço… Ou seja, toda a familia em casa e nunca que me dariam chance pra ver o que eu quisesse! rs

Qual minha surpresa, assistindo a série agora aos 30 anos de idade e ainda ficando intrigada com alguns episódios e me envolvendo com os personagens!

Vamos à sinopse oficial da primeira temporada:

“Após mover-se na esperança de deixar para trás os seus deveres como Caçadora, Buffy, inevitavelmente, entra em contato com seu observador, o bibliotecário Rupert Giles, e os dois amigos vão lutar contra os demônios ao seu lado ao longo da série. Eles logo percebem que Sunnydale High está localizada sobre o Boca do Inferno, um portal para dimensões demônio que atrai fenômenos sobrenaturais para a área.”

Os amigos de Buffy são Willow (Alyson Hannigan – sim! a ruiva de American Pie) e Xander (Nicholas Brendon). Ah! Também tem o simpático Giles (Anthony Head), que faz o papel de sentinela, aquele que cuida dos interesses culturais e desvenda as profecias, assim zelando pelo bem estar de Buffy.
Willow é apaixonada por Xander, que por sua vez é apaixonado por Buffy, que só tem olhos para Angel (David Boreanaz). Angel é um vampiro que caça vampiros e se apresenta de forma misteriosa e sensual para Buffy.

231
Um vampirão da porra desses, bicho! 😻❤

A série, apesar de se tratar principalmente de vampiros, traz outros personagens mitológicos e elementos de fantasia, colocando até um demônio na era digital e em outro episódio colocando um boneco de ventríloquo que a gente jura que é o culpado das derrotas, porém tem uma história bem mais complexa e surpreendente!

cap_Buffy - 1x09 - The Puppet Show_00_23_54_01
Você confiaria nesse ser?!

Também traz uma possessão animal em grupo que é conduzida de forma muito interessante! Além de trazer uma certa violência onde há mortes de humanos queridos no meio do processo… Até agora não consegui aceitar as mortes de dois personagens! rs

O crescimento dos personagens é bem coerente e tem alguns que amamos odiar, como a Cordélia (Charisma Carpenter) – uma menina mimada e que gosta de todo e qualquer holofote possível! Mas quando se sente em apuros, engole seu orgulho e o medo da impopularidade e pede ajuda à Buffy e seus amigos.

cap_Buffy - 1x11 - Out of Mind, Out of Sight_00_30_22_03
Osso, né?!

A primeira temporada tem 12 episódios e seu principal vilão é um vampiro de aparência grotesca simplesmente conhecido por Mestre. Sempre que ele se anima com algum plano, lá vem Buffy e sua turma pra acabar com a alegria dele! rs Dá até um pouco de dó dele! 8D Buffy o enfrenta cara a cara no último episódio da temporada, usando um lindo vestido na cor branca – presente de sua mãe pra que ela se anime a ir ao baile da escola!

cap_Buffy - 1x12 - Prophecy Girl_00_29_56_03
A caçadora adolescente mais elegante da TV

Ah! Eu tô apaixonada pelo Angel de novo! rs É incrível a química deles em cena e eles ficam muito bem juntos! Já estou baixando a segunda temporada e logo que ver venho aqui falar as impressões de novo! Se você gosta da temática, pode baixar que não vai se arrepender! ;D Vale muito a pena e achei muito facilmente os torrents completos com legenda na internet!

Se cuidem e até logo! Espero que tenha gostado do texto! :3

Meu primeiro pão

Oi pessoal!

Passaram bem o final de ano?! Eu até que passei bem, mas tá difícil aceitar um babado que eu nunca esperei passar! Descobri ser intolerante à leite e, até eu fazer os exames corretamente, vou ter que passar longe desse trem! E olha que eu sou uma pessoa que AMA lácteos do fundo do coração ❤ Porém, nos últimos meses tenho sentido muito desconforto ao ingerir, mesmo aqueles com a enzima Lactase (que se passam por Lactose Zero)…

Enfim – por causa disso – tenho ido xeretar receitas que não tenham leite na composição, mas que sejam saborosas! Hoje eu achei uma receita de pão e fui inventar de fazer e não é que deu certo?! Tô me sentindo a Tia Anastácia aqui! ❤

A receita eu peguei no Diário Sem Lactose e lá tem muitas receitas interessantes que com certeza irei tentar aqui em casa! Aqui tá o link da receita, mas eu não segui à risca.

Como eu sou preguiçosa, não bati os líquidos no liquidificador (pra não precisar lavar, claro). Primeiro eu coloquei a farinha (usei integral sem fermento) na tigela, coloquei o fermento biológico SECO da Dona Benta (mesma marca da farinha que eu tinha), misturei ambos secos com uma colher, depois coloquei um pouco de sal e o acúcar. Misturei mais um pouco com a colher e já joguei os ovos e fui mexendo, agora com as mãos! Depois joguei o óleo e por ultimo fui molhando com a água morna conforme ia sentindo a massa secando.

A massa fica meio grudenta e é normal, parece meio que um bolo… Mas conforme você vai misturando, certa hora ela começa a ficar mais maleável e não gruda tanto nos dedos. Esse é o ponto que a gente quer!

Quando estiver desgrudando bastante dos dedos, você já pode ir fazendo tipo uma bolota com a massa e depois vai deixar a tigela num lugar abafado (deixei na varanda de casa coberta com uma folha de papel de toalha) – na receita pede 20 minutos, mas eu deixei um pouco mais; creio que uma meia hora antes de levar pra modelar os pães.

img_20170111_140735_3861
Massa descansando na varanda ❤

massa-fofa
Pega a fofura dessa massa ❤

Sentiram a maciez?! Não é à toa que eu quis compartilhar esse pão com o MUNDO, ficou maravilhoso! Pra assar, eu separei em rolinhos (usei azeite pra untar as mãos pra facilitar essa parte) e os dispus com certa distância, pois pão cresce bastante ainda na hora de assar!

img-20170111-wa00201
A foto tá sem efeito, porque né… >_>

Rendeu 7 pães de tamanho decente pra fazer sanduíches e comer de manhã e ficou no forno por 45min (pré-aqueci por uns 15min). Aquele redondo foi o primeiro que eu comi e, por isso não tem foto deles assados na fôrma. Não aguentei esperar! Aquela bolinha menor eu deixei pra poder ficar cutucando e observando o tempo de cozimento, sem precisar sacrificar um dos grandes, já que nunca havia feito pão na vida!
Eu também não coloquei a fôrma logo de imediato no forno, esperei a massa expandir um pouco enquanto lavava a louça (cerca de 5min) e só então coloquei pra assar de fato.
Usar apenas a farinha integral deixou ele um pouco pesado, na próxima vou usar uma medida de farinha normal pra duas de integral pra ver se equilibra. Também quero testar ele com recheio, deve ficar ótimo pra comer de lanche ou comer de manhã quando a gente tá de ressaca, né?!
Minha sobrinha comeu e aprovou, assim como o meu padrasto (eu nem preciso falar que adorei né?!)

Uma dica, é tirar a fôrma do forno logo porque senão ele fica cascudinho. O meu ficou porque não tirei imediatamente depois que desliguei o fogo.
Reparem na imagem abaixo que o meio dele ta muito fofo, mas a casca tá um tanto grossa. Eu não ligo muito pra isso, mas fica aí o aviso pra quem liga!

massa-fofa2
O pão mais fofo do mundo! *-*

 

Gostaram desse post ou preferem que eu fale só de séries e outras coisas (que ainda não tem)?

Obrigada pela visita, continue vindo por favor! ❤ ;*
Curta a nossa página no Facebook, também! ;3 

Spartacus – Blood and Sand

Olá!

Acredito que alguns de vocês já conhecem essa série, que é do ano de 2010 e produzida por Sam Raimi para a emissora Starz (Camelot, Ash vs Evil Dead)! No elenco principal, temos Lucy Lawless (nossa eterna Xena),  John Hannah (que lembramos dele, principalmente pelo irmão caricato em A Múmia), Peter Mensah (True Blood; a série Sleepy Hollow), Manu Bennet (O Hobbit, 30 dias de noite), a maravilhosa Erin Cummings (Dante’s Cove) e Andy Whitfield (A Clínica). Vamos à sinopse e em seguida ao trailer:

“‘Spartacus: Blood and Sand’ conta a história de Spartacus (Andy Whitfield), o escravo de guerra romano que se tornou um gladiador e liderou a mais famosa revolução da Roma Antiga. Quando é separado de sua esposa e os dois são colocados à venda, Spartacus é jogado em uma Arena para a diversão da plebe, mas surpreende a todos quando vence as quatro batalhas. E ele não irá parar enquanto não reencontrar sua esposa.”

Essa série me surpreendeu positivamente de todas as formas possíveis! Quem me conhecia desde sempre sabe que coisas com Eras medievais, lutas, cruzadas não era o meu forte, mas depois de Game of Thrones e – agora, essa série – to começando a ficar interessada pelo assunto!

A sequência dos treinos e lutas são ótimos! Muito bem coreografados e você vê os atores realmente suando pra poder vermos seus esforços, como verdadeiros guerreiros gladiadores! As transições de cenas também são incríveis! Muito bem ritmadas e coloridas.

O destaque aqui – sem sombra de dúvidas – vai para Andy Whitfield, que retrata com precisão o sofrimento e a determinação deste guerreiro com todas as forças! Ele te faz acreditar, te chama e você torce pelas suas conquistas, por mais perdido que ele possa se mostrar grande parte das vezes! Realmente uma perda muito grande pra TV, já que ele morreu em 2011, devido a câncer nos gânglios linfáticos.
shot0189

Também achei bem interessante a atuação de John Hannah, que eu conhecia apenas pelo seu papel na trilogia A Múmia, sempre caricato e simpático! Nessa série ele está incrivelmente sanguinário e maluco! ❤

shot0191

Eu gostei muito e ainda hoje sairá a segunda parte deste post, que haverá prints e alguns acontecimentos da história! Colocarei a quebra de linha, que é pra quem não assistiu ainda não ficar bravo comigo! hehe

Obrigada pela visita e até logo!

The Client List

Olar!

Hoje eu terminei de ver essa série com a lindíssima Jennifer Love Hewitt (Eu Sei O Que Vocês Fizeram No Verão Passado) e gostaria de compartilhar algumas considerações! Mas antes, o trailer:

Essa série eu comecei a assistir no meio, quando estava passando nas madrugadas da Rede Globo e antes eu começar a ver, não tinha me interessado muito (mesmo com todo o apelo das propagandas da tv a cabo, exibindo a Jennifer com os modelitos (lingeries) de trabalho).

Sinopse oficial:
Riley (Jennifer Love-Hewitt) é uma mãe solteira que mora no interior do Texas e leva uma vida dupla. Seu segredo poderia chocar toda a comunidade e mandá-la para a cadeia se um dia for descoberto.

Os personagens são bem interessantes na 1ª temporada! Ficamos chateadíssimos quando o boy dela, Kyle, vai embora e ela fica naquela agonia tremenda se perguntando as razões e tendo que se virar. E ficando cada episódio mais esperançosa sobre a aproximação da protagonista com o cunhado Evan (que sempre teve uma relação explosiva com o irmão, Kyle).

Jennifer está maravilhosa! Antes eu achava ela bem fraca, mas nessa série ela nos surpreende positivamente de várias formas, inclusive eu não tinha idéia que ela cantava! Ela faz uma personagem bem forte, que apesar dos muitos medos e inseguranças, acaba dando a volta por cima e fazendo muitas coisas interessantes!

O marido retorna pra casa, cheio de b.o – óbvio! E a Riley ainda o ajuda, pois ainda são oficialmente casados e por causa dos filhos, mesmo ele tendo sido o maior FDP na temporada anterior!

Na segunda temporada, que foi cancelada sem terem se preocupado em fecharem a  história pra quem acompanhava, os personagens são um tanto quanto irritantes! Todos parecem se meter nas vidas uns dos outros e ficam forçando pedidos de explicações em episódios realmente tensos, onde a Riley fica completamente maluca!

Também há o maçante dilema moral que a Riley fica por aceitar uma oferta de *cof,cof* 50 MIL DÓLARES por uma noite com um boy baphissimo! Mas sei lá, eu não sou uma mulher cristã que perdeu a virgindade com o marido na época da escola e teve 2 filhotes com o moço… Achei meio exagerado o peso que ela fica por conta disso tudo, mas a minha vida é muito mais louca que a da protagonista, não é verdade?!

Na 1ª parte da 2ª temporada, acompanhamos o arranca-rabo entre os irmãos por causa da protagonista, que fica dividida entre um e outro (sendo os atores daquele jeito, quem não ficaria não é mesmo?!) e você fica SUPER DESCONFIADA do Kyle a temporada inteira! Sempre esperando ele fazer alguma bosta (sim, porque ele faz algumas bostas ainda nessa 2ª temporada!)

Acho que eu definitivamente não sou o público-alvo desse seriado, mas foi legal assistir algo completamente fora do espectro de coisas que eu normalmente assisto! A trama realmente me prendeu e eu tô muito puta pelo cancelamento desta série, que apesar de ter achado meio forçadas algumas situações, valeu a pena os minutos que dediquei a ela! ^_^

Gostou dessa série? Ainda não viu? Me fala, gente!

Westworld

OLAR!

Tudo bem com vocês?! Tão acompanhando essa série?! Olha, gente! Eu comecei a assistir porque um amigo me mostrou – e eu não dei muita coisa nos primeiros episódios – mas, meu Satã!  Que crescimento incrível de roteiro!

Se você não conhece, ou não lembra de ter visto trailer, clica ali no play!

No elenco, temos o fodônico Hanni… digo, Anthony HopkinsEvan Rachel Wood (Aos Treze| True Blood), Rodrigo Santoro (sim, você não está maluco! Aquele nosso mesmo!), Thandie Newton (Norbit | Bem-Amada), Ed Harris entre outros atores e atrizes baphônicos!

Vamos à sinopse (colei da Wikipedia):

“O mau-funcionamento de um robô provoca destruição e terror para um grupo de pessoas que passa férias no Westworld, um parque de diversões futurístico para adultos. O Dr. Robert Ford (Anthony Hopkins) é o brilhante, taciturno e complicado diretor criativo, chefe de programação e presidente do parque, que tem várias ideias para melhorar o local – e métodos difusos de alcançá-las. Dolores Abernathy (Evan Rachel Wood) é uma típica garota de fazenda que vive na fronteira do parque, e está prestes a descobrir que toda a sua existência não passa da mais bem elaborada e arquitetada mentira.”

Então, é basicamente um parque temático Velho Oeste, onde os visitantes – chamados “convidados” pagam milhares de dólares pra poderem aproveitar as atrações. Isso inclui: vestir looks da época, matar geral, cachaçar, comer a galera e viver uma experiência mais próxima possível da realidade da época do Velho Oeste sem medo de ser feliz (ou de ser morto)!

Os trabalhadores do parque, chamados “anfitriões”, são robôs de alta tecnologia combinados com inteligência artificial e à vista, se parecem muito com humanos, exceto pelas limitações por questões de “segurança”: eles não podem matar ou ferir seriamente os convidados e não podem sair muito dos roteiros de seus personagens. Até podem improvisar um pouco, mas quando começam a viajar muito o sistema deles bugam.

O começo da série é bem morninho, não espere grandes coisas e tenha paciência com as repetições de cenas, que nos causam certo desconforto e são um tanto entediantes, porém são importantíssimas pro desenvolvimento da história e dos personagens!

Eu fiquei esperando o Anthony fazer alguma maldade O TEMPO TODO na primeira fase da série, porém esse personagem  é muito complexo!

shot0326
Olha só! Muito concentrado nos planos, a gente sente que quase pode confiar!

Algumas pistas vão sendo plantadas sobre vários personagens e, se você pescar, não vai se surpreender tanto com alguns fatos que acontecem depois do 5º episódio, pois tudo vai sendo conduzido de forma interessante e você fica se perguntando sobre tudo! As respostas chegam ainda na 1ª temporada, e vão acontecendo de uma vez! O crescimento de tudo é algo incrível e, mesmo eu não sendo o público-alvo desse tipo de série, tô adorando assistir e vou ter que continuar acompanhando!

Após a repetição de muitos ciclos, os anfitriões passam a ter “lembranças” de suas vidas passadas, ou sensações de dejavù  e passam a se perguntar qual o seu verdadeiro papel no mundo em que vivem! E é aí que o bicho começa a pegar! \o\

Como eu gosto de profundidade nos babados, eu observo os anfitriões e fico viajando, repensando os relacionamentos que tive, que terei – e que tenho – e vejo algumas semelhanças nos ciclos de alguns. Também toca na ferida da rotina, como pode ser prejudicial se você não faz questionamentos e aceita absolutamente tudo em silêncio, o que realmente é uma coisa muito triste

Os efeitos são outro item de muito destaque! Os “esqueletos” dos robôs são algo realmente incrível de se ver! O capricho nos figurinos também é muito foda; Tudo muito elegante e estiloso! ❤

Há nudez, mas nada exagerado. Há também poucas cenas de sexo, apenas para cumprir cota desse tipo de cena, e caras, são muito boas de se ver! Até o Santoro manda bem uma hora lá (minha cena favorita, com certeza!).

Se você ainda não assistiu, pode baixar que não vai se arrepender! Mas não esquece o que eu falei: o começo é bem morninho até a 5ª temporada,então seja paciente! ^_^

Ficamos por aqui! Se você já assistiu e acha que faltei dizer algo, pode postar nos comentários daqui!

tumblr_inline_n4x5rc4vly1qafrh6